segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Sorria

Postado por O Livreiro² às 15:07

  E se esse fosse seu último dia, essa fosse sua última respiração, seu último momento? Com quem estaria? O que faria para se redimir? O que lhe esperaria? Será que suas crenças se provariam certas?


  A única coisa que podemos concluir neste minúsculo parágrafo é que o animal mais impulsivo de todo o reino, é extremamente frágil.
 
  Será que conseguirei terminar esse texto antes de algo acontecer? Talvez. Então viva, mas lembre-se acima de tudo o quanto você é submisso, frágil e indefeso.

  Arrisque, chute, tente acertar por mais impossível que pareça, afinal, você errou 100 % das flechas que não atirou. A morte vem para todos. Mas somente alguns conseguem se despedir dos seus amores. Então vá, e se redima, faça tudo para conquistar um sorriso.

 Dê um beijo como se fosse o último, dê um abraço como se fosse o último, sorria como se fosse o seu último sorriso. Porque, afinal, pode mesmo ser.

2 comentários:

Amanda Cristina on 13 de fevereiro de 2012 18:12 disse...

Que lindo, Gabriel! Também acredito que temos que fazer tudo com as emoções ao extremo! Errar? Sempre erraremos, mas se não tentarmos, jamais iremos saber se aquilo daria certo, ou não. :)
Você escreve muito bem!


Beijinhos, Amanda Cristina.
www.primeiro-livro.com

Gleice Couto on 20 de fevereiro de 2012 18:14 disse...

Gostei, Gabriel! É verdade, temos que viver ao máximo, aproveitar cada segundo e viver um dia de cada vez. E sem medo... Encarando tudo. :)

Gostei do blog, passarei aqui mais vezes!

Beijos

Gleice
@MPessoais
www.murmuriospessoais.com

Postar um comentário

O seu comentário é importante para nós. Comente. :)

 

Confins da Leitura Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos