domingo, 11 de novembro de 2012

A Breve Segunda Chatice de Stephenie Meyer

Postado por O Livreiro² às 10:26

Autor: Stephenie Meyer

Editora: Intrísseca

Páginas: 192

 Respeitáveis leitores, apresento-vos o livro A Breve Segunda Chatice de Stephenie Meyer.

 Como assim, produção? Está errado? Ah, bem lembrado... Respeitável leitores, apresento-vos novamente o livro A Breve Segunda Vida de Bree Tanner.

Pela primeira vez Stephenie Meyer oferece aos fãs uma nova perspectiva do universo de "Crepúsculo". Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, "Eclipse", somos apresentados ao lado sombrio da saga. Bree vive nas trevas, sedenta por sangue. Não conhece sua verdadeira natureza e não pode confiar nos de sua espécie. Sua breve história acompanha a semana que antecede o confronto definitivo entre os recém-criados e os Cullen - a última semana de sua existência.

Ponto Forte: Todos que viram Eclipse, já começam o livro, sabendo do final. O final triste e que poucos lembram, a tratam como figurante, mas sua jornada até a tão famosa cena de Eclipse, foi árdua. Muitos criticam Stephenie, muitos a adoram, eu apenas leio se for bom. Sem preconceitos, sem conclusões precipitadas.

É claro que esse foi um livro em especial, que por sinal, muitos o adoram. Porque como eu já disse, mesmo sabendo o final de tudo, cada capítulo é uma nova surpresa, a fascinação dela, em descobrir que pode encontrar a luz do sol, e Stephanie faz jus a sua fama. Nos momentos de tensão, sentia uma pontada de adrenalina sem igual. Recomendo a leitura, a todos que gostam - ou não - de vampiros. Não gosto mas amei a leitura, e você vai ficar de fora dessa ?

Ponto Fraco: Apesar de tantos elogios, acho sim que o livro teve um ponto fraco, que se não visto com cautela, pode comprometer toda a história do livro. Bree certamente é uma pessoa muito confusa, e isso atrapalha bastante a leitura. Ela se opõe, e é um tanto indecisa. Basta ter uma brecha e Stephenie nos deixa mais confuso ainda, com algumas situações. Ela ama e odeia, é muito extrema.

Skoobeiros do Balacobaco (Alter ego oficial do Skoobeiros) precisa falar:

   Geeeeeeeeeeeeente, que coisa, vampiros zumbis, nasce, morre, revive, dança Thriller na casa do Drácula e... Geeeeeeeeeente, que drama pra matar uma vampirinha. Se ela ainda fosse alguém importante na história...
  A realidade é que foi um livro inventado do nada pra ganhar mais alguns milhões ou milhares de dólares.

 Eu, enquanto blogueiro fiel e verdadeiro, só posso elogiar a diagramação e a revisão do livro, uma boa aposta da Intrínseca, mas apostou errado, dependendo do seu ponto de vista, lógico.

3 comentários:

Marco Antonio on 11 de novembro de 2012 11:03 disse...

Bom dia,

Não li nenhum livro da série e não sei se irei ler, mas gostei da sua resenha....estou seguindo aqui...abçs.


http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

Maristela G Rezende on 11 de novembro de 2012 18:48 disse...

Eu quero ler os livros da série, pois ainda não li nenhum Gostei da sua resenha.

Sora Seishin on 15 de novembro de 2012 10:35 disse...

Eu adoro a série Crepúsculo, mas não tenho a mínima vontade de ler esse livro... Parece ser bem chato mesmo.
Adorei o título do post :D

Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Postar um comentário

O seu comentário é importante para nós. Comente. :)

 

Confins da Leitura Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos